Fale via WhatsApp:

WHATSAPP

Dicas de lugares para lua de mel – Espaço Aricanduva O Casarão

Dicas de lugares para lua de mel – Espaço Aricanduva O Casarão
8 de janeiro de 2019 Rita Gimenez

Pensando para onde ir na tão esperada lua de mel mas não tem a minima ideia? Nós iremos lhe ajudar nisso, fizemos uma lista com idéias maravilhosas para vocês:

 

1 – Arraial do cabo
Arraial do Cabo é um cidade pequena – menos de 30 mil habitantes – e com infraestrutura turística bastante modesta. Não há grandes resorts, redes hoteleiras famosas ou points badalados. É quase uma cidade de interior. As pousadas e hostels reinam entre as opções de hospedagem e dão à Arraial um clima bastante informal e acolhedor. Rapidamente você se sentirá em casa. A diferença é que essa casa é repleta de porções de areia, uma mais incrível que a outra.

 

 

2 – Campos do Jordão
Quando se pensa em uma viagem em lugar romântico e friozinho, certeza que a primeira cidade que vem na cabeça é Campos do Jordão. Não é para menos: além de ser um lugar com clima de temperaturas baixas devido a sua altitude (são 1600 metros – sendo o município brasileiro mais alto), ainda possui uma ótima infra estrutura e diversas atrações para os mais diversos tipos de turistas.
Localizada no topo da Serra da Mantiqueira, engana-se quem pensa que Campos de Jordão é apenas fondue e vinho. A “Suíça brasileira” possui diversas atrações, ótimas para agradar casais, famílias e turma de amigos

 

 

3 – Holambra
Holambra é uma das mais charmosas cidades do interior de São Paulo. Localizada na região metropolitana de Campinas, a 134 km da capital paulista, a Estância Turística teve sua origem com o processo de imigração holandesa que ocorreu após a Segunda Guerra Mundial. Seu nome surgiu da junção das palavras Holanda (HOL), América (AM) e Brasil (BRA), da união de dois povos e duas culturas.
A cidade oferece uma estrutura turística com inúmeras opções de lazer e turismo rural durante todo o ano, mas seu principal atrativo é a Expoflora, a maior feira de flores da América Latina, que acontece anualmente, durante o mês de setembro

 

 

4 – Porto de galinhas
O nome curioso – Porto de Galinhas -, reza a lenda, veio após a abolição da escravatura, quando negros africanos continuavam sendo escravizados clandestinamente. Desviados de Recife, onde havia fiscalização, os negros desembarcavam em uma praia nos arredores, escondidos em engradados de galinhas-d’angola. Os contrabandistas exclamavam: “Tem galinha nova no porto!”. Esta era a senha utilizada e que deu origem ao nome da vila de pescadores. O que os escravos e os contrabandistas não imaginavam era que, um século depois, o paradisíaco cenário de águas verdes, céu turquesa e areias brancas se transformaria em um dos mais badalados balneários do litoral pernambucano, com praias para todos os gostos.

 

 

5 – Paraty – RJ
Bela cidade colonial,considerada Patrimônio Histórico Nacional, preserva até hoje os seus inúmeros encantos naturais e arquitetônicos. Passear pelo Centro Histórico de Paraty é entrar em outra época, onde o caminhar é vagaroso devido às pedras “pés-de-moleque” de suas ruas. As construções de seus casarões e igrejas traduzem um estilo de época e os misteriosos símbolos maçônicos que enfeitam as suas paredes nos levam a imaginar como seria a vida no Brasil de antigamente. A proibição do tráfego de automóveis no Centro contribui para esta viagem pelo “Túnel do tempo”.

 

 

6 – Gramado
Gramado é uma cidade muito mais do que encantadora. O charme das ruas floridas, os detalhes da arquitetura, o aconchego da hotelaria, o requinte da gastronomia, a qualidade dos produtos e serviços, a originalidade das colônias, a hospitalidade das pessoas, o cheiro da natureza; enfim, tudo em Gramado parece conspirar para que se vivam momentos únicos de prazer.
Os amantes da natureza não podem deixar de fazer um roteiro de agroturismo, pois é nas colônias que se esconde a paisagem mais original e bonita de Gramado.

 

 

7 – Cabo Frio
Cabo Frio capricha no visual e na infraestrutura. Além do mar cristalino e das dunas de areia branquinha, a maioria das praias da cidade oferece confortáveis quiosques para atender ao público cativo: famílias com filhos adolescentes. Na alta temporada, a turma toma conta da extensa praia do Forte, repleta ainda de bares e restaurantes e cenário da bonita queima de fogos na passagem do ano.
A concorrida praia, que começa no Forte São Mateus, estende-se até os picos preferidos dos surfistas, como as praias do Foguete e das Dunas – esta última, com montes que chegam a 30 metros. As pranchas marcam presença também nas praias do outro lado do Canal do Itajuru, como Brava, frequentada também pelos naturistas, e Peró.

 

 

8 – Lençóis Maranhenses
A emoção ao avistar pela primeira vez as lagoas dos Lençóis Maranhenses é inexplicável. Difícil descrever a imensidão da paisagem e a felicidade que toma conta dos viajantes a cada nova lagoa que aparece em meio às dunas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Nenhum cenário do mundo se compara ao que encontramos por lá. Na verdade, os Lençóis Maranhenses são únicos! É tanta beleza que se torna impossível não se apaixonar. E como acontece com todos que mergulham nas maravilhosas lagoas de água doce cercadas por grandes dunas de areia branquinha, nós também nos apaixonamos!

 

 

9 – Angra dos reis
O Rio de Janeiro não possui apenas uma cidade maravilhosa. Angra dos Reis, dona de uma enorme beleza natural, tem se tornado um ponto forte e muito frequentado do turismo brasileiro. Os colonizadores portugueses descobriram suas 365 ilhas em 1502 e, desde então, suas praias e reservas ambientais permanecem quase intocadas. Localizada entre o Rio e São Paulo, Angra é privilegiada por ser uma mistura de litoral e serra. Além disso, é vizinha de cidades como Paraty e Rio Claro, que também atraem turistas devido a preservação da arquitetura colonial.

 

 

10 – Búzios – RJ
O principal objetivo de quem visita Búzios são as praias. E nem poderia ser diferente. A cidade oferece mais de 20 boas opções para os visitantes. O mais impressionante é o fato de as praias serem bem diferentes umas das outras, o que torna ainda mais irresistível a vontade de percorrer várias delas em uma mesma viagem. Há praias de mar aberto, com ondas próprias para o surf; outras com mar digno de ser chamado de piscina. Há praias longas, com grande faixa de areia branca e vegetação virgem; outras que de tão pequenas passam despercebidas aos olhos dos turistas mais apressados. O fato é que uma delas certamente irá arrebatar o seu coração.

 

 

11 – Fernando de Noronha
O paraíso existe, fica na Terra e tem nome e sobrenome: Fernando de Noronha. Com areias douradas, mar em tons de azul turquesa e verde esmeralda, corais, vida marinha esplendorosa, mata, formações rochosas… o arquipélago só pode ser uma filial do Éden a 545 quilômetros do Recife.

 

 

12 – Canoa quebrada
Canoa é um dos destinos mais populares no Ceará, quando o assunto é praia. Misticismo e contato com a natureza não faltam. Muito procurada por hippies desde os anos 70, Canoa foi recentemente pavimentada e é uma boa opção para quem quer aproveitar um pouco do extenso litoral brasileiro com tranquilidade. Esse vilarejo do município de Aracati tem várias pousadas e bastante opções de restaurantes, atraindo cada vez mais pessoas.

 

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*